Júri

Escolhidos os Nomeados aos Troféus Impala de Televisão 2019

Os únicos prémios que unem todos os canais e distinguem o que de melhor se faz na televisão portuguesa celebram uma década e os preparativos já começaram.

O palco da reunião de jurados dos Troféus Impala de Televisão 2019 decorreu pelo segundo ano consecutivo no edifício do Grupo Impala, em Sintra, e como já é habitual contou com um júri de peso.

Durante uma manhã, nove representantes das diferentes estações e operadoras tomaram grandes decisões e escolheram os melhores entre os melhores da televisão portuguesa.

Nuno Vaz (responsável pela área de Desenvolvimento de conteúdos da RTP), Aida Pinto (Subdirectora de Programação de Antena e Grelha da SIC), Margarida Vitória Pereira (directora-adjunta de Antena e Programas da TVI), Paula Rodrigues (directora-geral de Publicações da Impala), Vítor Crisótomo (director da TV7 Dias), João Diogo Ferreira (central director of tv content da NOS) e Tiago Silva Lopes (Content and TV product director da MEO) tiveram a árdua tarefa de escolher os 120 nomeados das 24 categorias em causa.

“Este evento é uma cimeira da indústria. Aqui partilhamos algumas experiências e é muito importante esta troca de opiniões e algum debate à volta destas nomeações”, explicou Nuno Vaz, responsável de Conteúdos da RTP.

As 24 categorias abrangem os vários géneros televisivos, desde Entretenimento, Ficção e Informação, e são constituídas por profissionais de excelência, dificultando a escolha dos jurados.

“Estes troféus revelam aquilo que se faz de melhor na televisão em Portugal e a televisão em Portugal está com muita força, muita energia, muita diversidade e muita qualidade”, elogiou Aida Pinto, subdirectora de Programação de Antena e Grelha da SIC.

A reunião culminou num almoço temperado com muito boa disposição, preparado pelo serviço de catering Grão de Bico. E antes da despedida do júri e da passagem de testemunho ao público ficou um pedido especial. “Este é o único evento que reúne, de facto, todas as televisões, onde reina a boa disposição, e gostávamos muito que fosse mais além. Gostávamos que fossem uns troféus instituídos e que todas as televisões estivessem na festa (a transmitir em uníssono a gala)”, expressou Margarida Vitória Pereira, directora-adjunta de Antena e Programação da TVI.



Top
Inicie sessão para poder votar

Esqueceu-se da password?
Novo no site? Crie uma conta
Registe-se para poder votar

Já tem uma conta? Inicie sessão
Esqueceu-se da password?